DEUS, SEGUNDO SPINOZA

(Deus falando com você)

“Pára de ficar rezando e batendo no peito!
O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida.
Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.

Pára de ir a esses templos lúgubres, obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa.
Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nos lagos, nas praias.
Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti.

QUANDO CRISTO ESTEVE ENTRE NÓS



Quando o Mestre esteve na Terra e iniciou sua missão entre nós, Ele caminhava por toda parte; era seguido pelas pessoas, ávidas por ouvir seus ensinamentos e por obter a cura para os seus males.
Jesus falava aos pobres e humildes como ninguém havia falado até então.
Um dia, vendo a multidão que o seguia, Jesus sobe à montanha e afirma a todos que o ouviam que não veio revogar a Lei e os Profetas, mas dar-lhes cumprimento.
Jesus falava sobre os dez mandamentos.
Essa Lei, recebida mediunicamente por Moisés no Monte Sinai, foi confirmada por Jesus; possui caráter divino, é imutável, não precisava ser alterada, mas apenas interpretada de outra forma.
Jesus precisava ajustá-la ao grau de adiantamento do povo de sua época, um povo que precisava despertar para os novos conhecimentos.
A Lei Divina não seria destruída, mas confirmada por Jesus, porque seu valor não estava nas normas exteriores e transitórias, mas na sua essência.
E Jesus nos mostrou a essência da Lei de Deus, quando disse:
Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu espírito; e ao teu próximo, como a ti mesmo.

Vejam a magnitude dessa resposta de Jesus: não podemos amar a Deus sem amar ao próximo, nem amar ao próximo sem amar a Deus.
A missão de Jesus entre os homens era uma missão de Amor; por isso, a todo momento Ele nos ensina o que é a Lei de Amor e nos mostra que ela deve ser colocada em prática nos atos da nossa vida normal e não apenas dentro dos Templos.
Ele nos deu inúmeros exemplos práticos de seu Evangelho, vivendo o Amor, a Caridade, a Humildade, o Perdão, a Tolerância, a Fraternidade, a Misericórdia, a Paciência, a Abnegação; o Bem em todas as suas formas.
Mas Jesus não podia concordar com o abuso das práticas exteriores e as falsas interpretações da Lei, e mostrou que não bastava seguir os ritos e as exigências do Templo para alcançar a salvação.
Era preciso muito mais...
Jesus ensinou que todos os homens são filhos de Deus, independentemente de sua raça e credo; e que todos, sem exceção, deverão evoluir através da vida de relação com o seu semelhante se quiserem atingir os Planos Espirituais mais elevados.
Os Templos são importantes, mas como forma de permitir o aprendizado conjunto, fortalecer a comunidade, alavancar a fé e a esperança coletivas; mas é fundamental que se pratique a ligação com Deus nos atos da vida diária.
Não basta sermos cristãos na Igreja; devemos ser cristãos em casa, no trabalho, no trânsito... em todos os lugares.
E nas situações difíceis, basta perguntarmos a nós mesmos: o que Jesus faria se estivesse no meu lugar.
A resposta nós temos dentro de nós; para cada situação de nossa vida, basta saber que podemos nos ligar a Jesus em qualquer lugar, a qualquer hora, pedir a sua ajuda, e estar certos de que Ele vai estar por perto para nos ouvir e nos amparar para que façamos o que é certo.
Por isso Ele disse:
Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida!
CAMINHO - Jesus nos mostra o Caminho que nos liga a Deus; o Caminho que vai nos levar à felicidade plena, que é o Amor vivenciado em todos os momentos da nossa vida; o caminho da paciência, da tolerância, da compreensão, do diálogo fraterno, do perdão...
O caminho da verdadeira felicidade.
O caminho da paz de espírito.
VERDADE - Jesus nos trouxe a Verdade através de seu Evangelho; Ele veio iluminar o Mundo para as verdades espirituais e nos trazer o remédio para todas as nossas dores.
VIDA – Jesus mostrou aos homens o sentido da vida; que a verdadeira vida não é a que vivemos sobre a Terra, vida material, transitória e passageira; Ele nos mostra que a verdadeira vida é a Vida Espiritual, pois como Espíritos imortais que somos, Jesus nos mostrou o Caminho que devemos trilhar para alcançar o seu Reino Divino de Luz e de Amor.
Essa é toda a Lei e os Profetas; os Caminhos luminosos da Paz e do Amor Universais!
Ninguém vai ao Pai a não ser por Mim, disse Jesus.
Acreditemos nisso!
Anne Marie Lanatois 

Eficácia da prece

Disse Jesus a seus discípulos:

Tudo quanto pedirdes pela prece, crede que obtereis e que vos será concedido. Marcos, 11:24 
Devemos aqui ter certo cuidado ao interpretar essas palavras de Jesus, pois não seria lógico concluir que basta pedir para obter.

Em primeiro lugar devemos sempre lembrar de que Deus é bom e justo, misericordioso, mas como um Pai, sabe o que é melhor para Nós, seus filhos. 

Muitas vezes, como fazem as crianças, pedimos a Deus coisas que não poderão ser concedidas porque poderiam complicar nossa existência. 

Precisamos entender que nossos pedidos serão atendidos conforme a nossa real necessidade e merecimento.

Deus cuida para que não nos falte o necessário e nos atende desde que nossos pedidos não sejam meros caprichos ou futilidades. 

Precisamos entender qual a importância de orar e porque devemos orar sempre.

Sobre a afabilidade e a doçura


A afabilidade e a doçura, de que nos fala o Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, no item 6, do Capítulo IX - Bem-aventurados os brandos e os pacíficos, nos convoca a uma reflexão.

A afabilidade e a doçura são qualidades, através das quais a criatura manifesta o seu sentimento de amor ao próximo.

Jesus fez da brandura, da moderação, da afabilidade e da doçura, uma lei e condenou a violência, a cólera e toda expressão ofensiva que alguém possa usar em relação a seu próximo.

Quando Jesus disse, bem-aventurados os brandos e os pacíficos, Ele quis nos ensinar regras de convivência na Terra e nos mostrar o quanto podemos tornar a nossa vida mais fácil, aprendendo com Ele a desenvolver em nossas almas esse conjunto de qualidades, que formam a virtude da mansuetude e da brandura.

E essas qualidades abrangem outras, como a paciência, a tolerância, a obediência e a resignação. Todas essas são qualidades das almas nobres, dos homens bons.

Mas nem todas as criaturas afáveis e doces são benevolentes e amam ao próximo.

Reconhecemos quando elas são de fato brandas, pacíficas, bondosas, observando as suas atitudes na sociedade e na intimidade.

Todos nós gostamos de ser bem tratados; gostamos de atenção, de carinho, de compreensão, de tolerância, enfim, de viver em um clima de amor e de fraternidade.

No entanto, para que possamos ter tudo isso, é necessário dar tudo isso aos outros; se gostamos que nos tratem com atenção, precisamos ser atenciosos com as pessoas; se queremos carinho, procuremos ser carinhosos.

Programa "Um sentido para sua vida"


“Um Sentido para sua Vida” é o programa da Federação Espírita do Estado de São Paulo na TV Aberta, que tem como objetivo a divulgação dos princípios da Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec.

Todos poderão participar, enviando e-mails com perguntas sobre “O que é o Espiritismo”, um quadro para elucidar dúvidas sobre a vida espiritual.

Haverá entrevistas com profissionais liberais, educadores, juristas, médicos etc. – eminentes espíritas, dispostos a esclarecer a população sobre os temas que têm angustiado a nossa sociedade atual.

O programa terá um quadro constante de prestação de serviço assistencial da FEESP, tanto no campo da educação, como na parte espiritual e social, que são oferecidos à população em suas 5 sedes, gratuitamente.

Na Educação, o programa trará expositores da área de ensino que elucidarão os telespectadores sobre assuntos polêmicos.

Na assistência espiritual serão tiradas as dúvidas sobre os mais variados tratamentos; como curas, drogas, depressão, suicídio etc.

Na assistência social serão mostrados os cursos profissionalizantes, que são certificados, e a ajuda prestada pela FEESP, tal como creches, asilos, e às famílias carentes desde que necessitados de auxílio social.

A pintura mediúnica estará sempre presente através de um médium que iniciará o programa pintando uma tela que no final será exibida ao público.

Traremos também, sempre que possível, depoimentos que enalteçam a fé alicerçada na razão, bem como pequenas histórias infantis que poderão enriquecer a educação de crianças e adolescentes.

Em todos os programas haverá uma mensagem psicografada por um médium.

Esperamos sua audiência e a sua efetiva participação para cumprirmos mais essa tarefa de divulgação do Espiritismo que, segundo Emmanuel, na psicografia de Chico Xavier:” a maior caridade que se possa praticar através da Doutrina Espírita é a sua própria divulgação”.

Temos um encontro marcado no Canal 9 da NET, ou no 186 da Vivo. Se você não possui nenhuma das duas operadoras, poderá assistir somente no horário das 12h às 13h, às sextas feiras, através do link:www.tvaberta.tv.br.

Participe enviando sua pergunta para: Email: silviapuglia@feesp.org.br
Telefones: 11 31155544 – ramais 224 ou 203
Portal : www.feesp.org.br

As informações nos foram passadas por 
Silvia Cristina Puglia, Diretora da Área de Divulgação da FEESP

Aqui na Terra estamos vivos ou mortos?




Disse Jesus: 
“Ora, Deus não é de mortos, mas, sim, de vivos. Por isso, vós errais muito.” Marcos,12:27






Vamos refletir um pouco sobre essas palavras do Evangelho.

Observando a Natureza, vemos que tudo nasce, cresce, se reproduz e morre. 

É da Lei de Deus que aconteça dessa forma.

Acontece com a flor que enfeita o nosso jardim, com os animais, com as pessoas que amamos e também conosco.

Nascer e morrer são fatos biológicos, consequência da nossa vida na Terra.

Quando alguém nasce ficamos felizes; mas quando alguém morre ficamos tristes.

Por que isso acontece dessa forma?

Mensagem de Eurípedes Barsanulfo aos brasileiros




Pátria bem amada ouvi o meu canto de gratidão!
Teus ubérrimos campos sustentam a vida.
Tuas planícies ubertosas festejam a natureza em corolas perfumadas e multicoloridas.
Teus flumes da cor da prata, da ocra, do âmbar e do cristal, serpenteiam caudalosos e fartos.
Teus mares de safira e esmeralda escondem ricos tesouros.
Tuas verdosas florestas acolhem a flora e a fauna exuberantes que, em tudo, revelam o Criador.
Em teus céus, coalhados de rútilas estrelas, lucila o cruzeiro como sinal astronômico para a redenção.

Mas se os teus recursos naturais enchem-nos de admiração, é o povo, especialmente, que desejamos exaltar.
Brasileiros, filhos desta nobre nação, ante as lutas da vida apresentai-vos intrépidos.
Desde que Cabral, capitaneando as naus do descobrimento, ostentando a cruz e o ideal dos templários, rompeu o Atlântico, a terra de Pindorama fez raiar o sol do Novo Mundo.
A parte as críticas pertinentes à História, o Brasil tem por função a espiritualização dos homens.
Então, brasileiros, ouvi, levantai-vos, pois vossa missão é a fraternidade universal.
Entre os astros de primeira grandeza, incrustados no panteão de nossas conquistas, há um povo cuja tarefa não pode mais tardar!
Um país continental, de programação, de espírito e verdade, carece de braços e heróis. Não nas ideologias dominantes, em que a propagação do “heroísmo” interesseiro entorpece as massas, refiro-me ao heroísmo pessoal em benefício da construção de uma nação verdadeira.

Mas, no panorama político, alguém recorda:
- A corrupção nos açoita como látego cruel a fazer correr o sangue das multidões!
- A tortura dos tiranos modernos, nas manobras da economia, parece-nos esfacelar o corpo e traspassar a alma com a lâmina da beligerância.

Mensagem de fé


“Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora". Jesus (João, 12:27)


Esta frase foi dita por Jesus, pouco depois de sua entrada triunfante em Jerusalém.

O Mestre preparava seus discípulos para os momentos difíceis que viriam com a sua prisão e crucificação.

Naquele dia todos estavam felizes e Jesus surpreende a todos anunciando que se aproximava o dia de sua glorificação através da morte.

O Mestre sofria ao pronunciar essas palavras; no entanto, Ele sabia que para isso veio ao Mundo.

Jesus sabia os momentos difíceis que teria de enfrentar; a tortura física a que seria submetido; a tortura moral, resultante do abandono e a ingratidão dos entes queridos.

E, no entanto, Ele tudo suportou: a ironia, o suplício e a cruz; a traição de Judas, a quem perdoou antecipadamente, da mesma forma que previu e perdoou a negação de Pedro.

Jesus veio para nos ensinar e nos mostrar como devemos agir em situações semelhantes à crise que Ele experimentava quando pronunciou essas palavras; sabia exatamente o que enfrentaria, embora tivesse esperança de que conseguiria abrir os olhos do povo escolhido para receber a Sua mensagem de Amor.

Jesus sabia qual era a sua missão na Terra e o que teria que enfrentar e estava preparado para os acontecimentos, para o momento de crise.

E nós?

Acaso sabemos por que estamos aqui?

Qual a nossa missão ou tarefa? Por que renascemos na Terra?

FEESP 2013: Estudo das Revistas Espíritas





Aparições/alucinações
Desdobramento
Tiptologia
Curas
Possessões
Efeitos físicos e mediúnicos e diversos outros fenômenos
a Vida na Erraticidade
Curiosidades do mundo espiritual
Vidas em outros mundos
Aprofundamento sobre a morte
Metafísica
Criança e mediunidade
Homeopatia
Sonhos e Sono
Personagens fundamentais
Fatos Históricos
Mediunidade nos animais
Espiritismo em outros povos
Diversos casos interessantíssimos.... 


Estes e diversos outros temas, pinçados dos 12 volumes de quase 500 páginas cada, vão desfilar durante o curso, acompanhando passo a passo a marcha do Espiritismo então nascente, as dificuldades para a sua implantação e as lutas que teve de vencer para fincar as bases de uma Nova Era para a regeneração da Humanidade. 

Local: Rua Maria Paula, 140 - Centro - SÃO PAULO

Maiores informações na Secretaria de Ensino, 1o. andar ou pelo tel.: 3115.5544


FEESP 2013: Cursos Abertos




Venha se aprofundar na Doutrina Espírita è Estudo do LIVRO DOS ESPÍRITOS

O curso tem por característica:

  •  Ser uma porta aberta a todo e qualquer interessado em estudar;
  •  Público misto: estudiosos e leigos;
  •  Não há necessidade de inscrição, basta chegar no horário na sala designada;
  •  Estudo semanal, questão a questão;
  •  Participação do público livre para esclarecimento de dúvidas;
  •  Não se trata de palestra, nem de aula expositiva, mas de estudo interativo e dinâmico;
  •  Não há data específica para o aluno iniciar. O interessado pode começar a qualquer momento, a partir da questão que o grupo estiver estudando. Ao final do livro, o estudo recomeça, assim, qualquer questão perdida poderá ser retomada.

Turmas abertas:

  •  Terça-feira  –  16h, sala 2.2;
  • Quarta-feira  –  20h, sala 2.1;
  • Quinta-feira  –  9:30h, sala 1.1;
  • Sábado  – 18h, sala 1.1.

Local: Rua Maria Paula, 140 - Centro - SÃO PAULO

Maiores informações, ligar para (011) 3115.5544

Ação solidária de espíritas em Santa Maria


logo FERGS grande

A Federação Espírita do Estado do Rio Grande do Sul realiza uma mobilização em todo o Estado do Rio Grande do Sul, uma vez que há jovens de vários pontos do Estado entre os desencarnados. 

Nos dias 2 e 3 de fevereiro, equipe da FERGS foi a Santa Maria, incluindo integrantes de sua Diretoria Executiva para participar de um Momento de Oração no Abrigo Oscar Pithan, amplamente divulgado na imprensa. 

Há centros espíritas em Santa Maria com plantão permanente para Atendimento Fraterno. 

Nas demais cidades esta sendo disponibilizando canal da Web -TV FERGS para palestras sobre Expiações Coletivas, orientando a abordagem. 

Em Porto Alegre temos 127 famílias que acompanham os seus jovens em Leitos de UTI, pois foram transferidos de Santa Maria e a FERGS se soma à rede de solidariedade para ofertar alimentação, hospedagem e atendimento nos Hospitais aos enfermos e suas famílias. 

Todas as noites é feita uma irradiação coletiva, às 22h30h.

O Programa pela TV Urbana e WEB de sábado – dia 2, às 11h versou sobre o tema.

A RBS TV, afilhada da rede Globo gravará com dirigentes da FERGS uma matéria para inserção no Programa Força Santa Maria que está sendo produzido.


Orações em Santa Maria

A Federação Espírita do Rio Grande do Sul, O Conselho Regional Espírita da 4ª Região Federativa e a União Municipal de Santa Maria realizam Momento de Oração pelos envolvidos no Incêndio em Santa Maria.

Uma semana após o incêndio em Santa Maria a população continua em silêncio. Esse silêncio é quebrado apenas pela busca do consolo, naquilo que a cidade sabe fazer muito bem: Orar e expressar a sua fé.

O público que acorreu ao Abrigo Espírita Oscar José Pithan para o Momento de Oração, lotou as dependências do Centro Espírita, espalhando-se pelo pátio interno e ouviu atento às preleções que acolheram, esclareceram, consolaram e orientaram as almas sofridas que ali estavam.

À medida que as falas dos expositores da noite foram discorrendo sobre a imortalidade da alma, a Paternidade Divina, dentre outros aspectos doutrinários, as lições foram caindo no solo das almas.

No mesmo dia, ainda pela tarde, os dirigentes de 19 casas espíritas de Santa Maria estiveram reunidos com a representação da Diretoria Executiva da FERGS, para compartilharem informações, estudarem juntos e unirem forças para o momento de grandes e complexas demandas vivido na cidade, onde esses núcleos de estudo e oração tem acolhido público cada vez maior e seus trabalhadores tem se desdobrado para colocarem à disposição todas as atividades enfeixadas na Área do Atendimento Espiritual no Centro Espírita.


Informações: www.fergs.org.br; presidencia@fergs.org.br

Fonte: Federação Espírita Brasileira